domingo, 25 de agosto de 2019

Entrando na reta final, “Vale Tudo” tem audiência digna de novela das 19h


Prestes a entrar em suas últimas semanas, a reprise de “Vale Tudo” segue com índices considerados excelentes pelo SBT na sessão “Vale a Pena Ver de Novo”, ainda mais se tratando de sua segunda reapresentação na faixa.

Com 120 capítulos exibidos, a obra de Gilberto Braga fecha com média geral de 24,2 pontos, índice considerado alto levando em consideração a meta de 15 pontos estipulada para a faixa.

No comparativo, “Vale Tudo” supera “Mulheres Apaixonadas” (23,9), “Belíssima” (23,9), “Celebridade” (23,7), “O Clone” (22,7), “Por Amor” (21,9), “Da Cor do Pecado” (21,7), “Maria do Bairro” (21,0), “Alma Gêmea” (19,9), “Cobras & Lagartos” (19,4), “Da Cor do Pecado” (18,9), “Maria do Bairro” (18,5), “Chocolate com Pimenta” (18,1), “Cabocla” (17,4), “Cama de Gato” (17,2), “Sinhá Moça” (17,1), “O Profeta” (16,6), “Chocolate com Pimenta” (15,4), “Pé na Jaca” (15,3) e “Sete Pecados” (15,0). A trama fica atrás apenas de “América” (24,3), “Senhora do Destino” (24,8) e da própria “Vale Tudo” (30,4).

Em relação à “Cama de Gato”, trama antecessora na faixa, o “Vale a Pena Ver de Novo” teve um crescimento expressivo de 41% em audiência, a maior elevação desde “O Clone”, em 2016, com 51%.

Vale Tudo” obteve três novos recordes nas últimas cinco semanas, sendo todos positivos. No dia 23 de julho, registrou 28,0 pontos de média. Este índice foi superado com o capítulo 100, em 1º/08: 29,3 pontos na média e 32,7 de pico. Este índice é superior ao maior recorde das três novelas exibidas anteriormente, sendo o melhor resultado do “Vale a Pena Ver de Novo” desde o último capítulo de “Belíssima”, em janeiro de 2018. A 17ª semana de exibição rendeu ao SBT 27,2 pontos de média, também o maior desde 2018.

Em julho, “Vale Tudo” cravou 25,7 pontos de média. Até agora apresenta crescimento considerável em agosto, com 26,7 pontos – índice superior à reprise de “Escrito nas Estrelas” e também das novelas inéditas “Alto Astral” e “O Rebu”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário