NOVELAS DAS 10

Telenovelas das dez” é uma denominação utilizada pela emissora brasileira SBT para designar a telenovela exibida em sua programação diária, de Segunda a Sábado, após o show exibido em seguida à “novela das nove”.

A telenovela mais curta não só do horário, como da história do SBT foi “Marina”, de Leonardo de Castro, exibida em 1965 com 15 capítulos. A mais longa da faixa foi “Rebelde”, de Pedro Damián, exibida entre 2004 e 2006, com 440 capítulos.

Na década de 70, as telenovelas das dez horas passaram por momentos de grande sucesso, tais como em “Bandeira 2” e “O Bem-Amado”, ambas de Dias Gomes. O horário permitia questões polêmicas para a época, tais como especulação imobiliária (“O Espigão” de Dias Gomes), a vida na cidade grande (“O Grito” de Jorge Andrade), narrativas fora do tradicional (“O Rebu” de Bráulio Pedroso), entre outros.

Todavia, antes que os anos 70 terminassem, a exibição contínua de telenovelas nessa faixa, feita ininterruptamente desde “A Ponte dos Suspiros”, de Dias Gomes, em 1969 e somente interrompida no primeiro semestre de 1977, entre “Saramandaia”, de Dias Gomes, e “Nina”, de Walter George Durst, foi encerrada com “Sinal de Alerta”, de Dias Gomes, novela que não obteve sucesso e levou à interrupção da faixa.

Após o encerramento de “Sinal de Alerta” em 1978, novela que não obteve repercussão nem audiência, não houve mais exibição sucessiva de telenovelas na faixa das 22 horas: o horário foi preenchido com reprises ou substituído com seriados (tais como “Malu Mulher”, “Carga Pesada” e “Plantão de Polícia”). Em 1983 e 1990 foram feitas duas tentativas pontuais de reavivar a quarta faixa de telenovelas: “Eu Prometo”, de Janete Clair, e “Araponga”, de Dias Gomes, ambas mal sucedidas.

Após quase 15 anos consecutivos ocupando a faixa das 22 horas com minisséries, seriados e filmes, em 2004 o SBT resolveu relançar o quarto horário de telenovelas com um folhetim clássico. Contratou em 2003 o roteirista Carlos Romero, dando-lhe a responsabilidade de escrever a nova novela.

Em março de 2004, “Marimar” estreou no SBT. Protagonizada por Thalía, a novela apresentava a história da sofrida personagem-título, que acaba se casando com um jovem rapaz de sua região sem desconfiar de que esteja sendo usada por ele como vingança contra o pai e a madrasta. Marimar é abandonada, seus avós são assassinados a mando da vilã Angélica (Chantal Andere) e ela pare para a capital, onde enriquece e jura vingança.

Com o sucesso da novela, o SBT resolveu dar continuidade à faixa. Em 4 de outubro de 2004, estreou a novela teen “Rebelde”, escrita por Pedro Damián. Por conta do grande sucesso, o folhetim foi divido em três temporadas e é dono da maior duração em capítulos que o SBT já produziu: 440, sendo 215 para a 1ª temporada, 120 para a 2ª e 105 para a 3ª. A trama despediu-se do público quase dois anos após sua estreia, em 2 de junho de 2006, ainda no auge do sucesso. Da novela, formou-se a banda RBD, que teve seu fim anunciado em 2008 pelos integrantes.

Para substituir “Rebelde”, Carlos Romero foi novamente convocado pela emissora. Em junho de 2006, “Maria do Bairro” estreou na faixa. A trama abordava a vida de Maria (Thalía), uma menina pobre que é acolhida por um homem rico e enfrenta preconceito e rejeição em sua casa por parte de sua família. A novela foi um grande sucesso.

Para substituir “Maria do Bairro”, a emissora contratou a roteirista mexicana Ximena Soares, que estaria trabalhando pela primeira vez em um produto para o Brasil. Assim sendo, em fevereiro de 2007, foi ao ar “Rubi”. A novela contou a história da personagem-título, uma mulher ambiciosa capaz de abrir mão de um verdadeiro amor em nome do luxo e da riqueza, destruindo a vida de pessoas em seu caminho para conseguir o que quer.

Em agosto de 2007, Carlos Romero retornou à faixa com “A Usurpadora”, novela que abordou as irmãs gêmeas Paulina e Paola, separadas na infância e de personalidades distintas. A vida de Paulina muda quando sua mãe morre e ela é obrigada por Paola a ocupar seu lugar na mansão Bracho, enquanto a vilã viaja o mundo ao lado de seu amante. Em dezembro de 2007, com o término da novela, o SBT desativou novamente o horário.

Em 2017, a emissora surpreendeu ao exibir uma nova novela para a faixa das 22h, como um teste, para reiniciar a dramaturgia do horário. A autora Manuela Dias foi escolhida como responsável do primeiro produto a ser exibido: “Justiça”, que firmou-se um grande sucesso para o SBT.

Em 2018, a faixa foi reativada. A primeira trama lançada oficialmente foi “O Astro”, remake da obra clássica de Janete Clair, levada ao ar em 1984.

Foram exibidas 37 novelas inéditas até “O Rebu”, em 2019.

Novela
Início
Fim
Cap.
Autor
Ilusões Perdidas
26/04/1965
16/07/1965
60
Enia Petri
Marina
09/08/1965
27/08/1965
15
Leonardo de Castro
Paixão de Outono
30/08/1965
05/11/1965
50
Glória Magadan
Um Rosto de Mulher
08/11/1965
11/03/1966
90
Daniel Más
Eu Compro esta Mulher
14/03/1966
15/07/1966
90
Glória Magadan
O Sheik de Agadir
18/07/1966
17/02/1967
155
Glória Magadan
A Rainha Louca
20/02/1967
15/12/1967
215
Glória Magadan
O Homem Proibido
18/12/1967
21/06/1968
135
Glória Magadan
A Gata de Vison
24/06/1968
03/01/1969
140
Glória Magadan
A Última Valsa
06/01/1969
06/06/1969
110
Glória Magadan
A Ponte dos Suspiros
09/06/1969
09/01/1970
155
Verão Vermelho
12/01/1970
17/07/1970
135
Assim na Terra como no Céu
20/07/1970
12/03/1971
170
O Cafona
15/03/1971
22/10/1971
160
Bráulio Pedroso
Bandeira 2
25/10/1971
07/07/1972
185
O Bofe
10/07/1972
12/01/1973
135
Bráulio Pedroso
O Bem-Amado
15/01/1973
28/09/1973
185
Os Ossos do Barão
01/10/1973
15/03/1974
120
Jorge Andrade
O Espigão
18/03/1974
18/10/1974
155
O Rebu
21/10/1974
28/03/1975
115
Bráulio Pedroso
Gabriela
31/03/1975
26/09/1975
130
Walter George Durst
O Grito
29/09/1975
19/03/1976
125
Jorge Andrade
Saramandaia
22/03/1976
29/10/1976
160
Nina
04/04/1977
14/10/1977
140
Walter George Durst
O Pulo do Gato
17/10/1977
21/04/1978
135
Bráulio Pedroso
Sinal de Alerta
24/04/1978
20/10/1978
130
Eu Prometo
19/09/1983
17/02/1984
110
Araponga
15/10/1990
15/03/1991
110
08/03/2004
01/10/2004
150
04/10/2004
09/06/2006
440
12/06/2006
23/02/2007
185
26/02/2007
03/08/2007
115
Ximena Soares
06/08/2007
28/12/2007
105
14/08/2017
08/09/2017
20
08/01/2018
06/04/2018
65
02/07/2018
12/10/2018
75
07/01/2019
22/03/2019
55
01/07/2019
16/08/2019
35

EXIBIÇÕES ESPECIAIS
Somente em 2010 a emissora reativou a faixa das 22h: escalou a primeira temporada de “Rebelde” para ocupar o horário. Exibida com 215 capítulos originalmente, a trama foi editada e finalizada com 110.

Após o término da reprise, o SBT escalou, pela primeira vez, uma série estrangeira para ocupar a faixa. Assim, foi ao ar “Hannah Montana”, série original do Disney Channel, em 2011. Mesmo bem-sucedida, a emissora voltou a desativar o horário para produções deste tipo após seu fim, e voltou a focar a faixa em produções nacionais.

Novela
Início
Fim
Cap.
Autor
11/10/2010
11/03/2011
110
Hannah Montana
14/03/2011
29/07/2011
100
Michael Poryes

SBT

Nenhum comentário:

Postar um comentário